sábado, 30 de junho de 2012

Cadê você?


Falta celular?
ha tempos, não existia
e encontros acontecia.

E que tal voltar?
a este tempo então,
dar espaço ao coração.

Não deixe morrer
a magia do encontro
encontro feliz!

terça-feira, 26 de junho de 2012

Ensina-me Senhor a Orar


Senhor, ensina-me a orar ,
ser a mulher que ora.
Ensina-me a derramar sobre todos, as bençãos do seu perfeito AMOR.
Faz-me soldado, guerreira de Cristo neste mundo mal.
Pai, que eu possa orar, pelos pedidos dos irmãos;
Que eu possa orar pelos enfermos;
Que eu possa orar pelos perdidos e por todo coração endurecido;
Que eu possa orar por quem alegra o meu coração;
Que eu possa também orar por quem quer me tirar o sossego;
Pai Querido, que eu ore por meu filho, e pelo filho de meu irmão;
 meus familiares, o meu amor, mesmo quando eles não estão para mim;
Que eu ore por aquele que eventualmente encontrei e
 falei de ti, e ele confiante, disse: "ore por mim."
Que eu ore pelo meu País, pela minha cidade e por toda a Sua criação;
Que eu não esqueça o rosto da dor, ao coração aflito.
levar a ele em oração, a cura ou o consolo do Teu AMOR;
Que eu me alegre com a felicidade do outro e possa em oração comemorar;
Que as lutas que por vezes me faz vacilar, em oração eu possa sempre te enxergar;
Pai, me ensina a orar.
A orar, a orar, a orar.
A levar a ti minha oração quando triste estou.
A orar agradecida pelas respostas que vem, como também aguardar orando confiante
na espera  do tempo de Deus;
A orar sempre e sempre, e  sentir gozo na oração.
A orar para que a volta seja breve e enquanto isso toda carga senti-la leve.
A orar, a orar, a orar.
Peço em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, receba minha oração, que eu possa achegar-me bem perto de Ti neste momento de oração.
E em espírito permanecer orando, orando, orando e descansando na alegria que há em ti.
Amém

Cheirinho bommmm - haikai





Já ferve o chá,
cha de hortelã humm
que cheirinho bom!

domingo, 17 de junho de 2012

Refletindo




Espero que o meu Deus venha  ensinar-me a conter meus  anseios, a não esperar nada do outro e descansar sempre em Sua presença.
Eu  vejo que essa não é tarefa  fácil, devido às expectativas que sem querer, depositamos nas pessoas as quais convivemos. E assim esquecemos o melhor amigo Jesus.
Bom seria, se neste mundo pudéssemos encontrar pessoas verdadeiras, realmente interessadas em você e torcendo pela sua  felicidade. Que pudéssemos compartilhar nossas alegrias sem preocuparmos com a inveja ou egoísmos tão presentes, mas  infelizmente, é tão difícil encontrar sinceridade nos relacionamentos presente.
Buscamos sempre nas amizades, amores e entre irmãos  lealdade, cumplicidade, que leiam nossos pensamentos e percebam o nosso limite. Que se aproximem quando queremos, e dê um tempo quando precisamos. Que o olhar possa falar mais que mil palavras. E que possamos dividir nossas alegrias sem que estas sejam de nós furtadas em momento de distração.
 As pessoas não conseguem ter lealdade e cumplicidade,  quando surge algum interesse novo. Por viverem tão ensimesmadas, deixam de enxergar o outro. Atropelam os meios, e deixam vazar por entre os dedos aquela sintonia,cumplicidade, que fazem dos relacionamentos sadios e felizes,  fonte restauradora em dias maus.
Confiando no outro, esperando do outro, sem percebermos  nos colocamos assim, esperando, porque, se temos o amigo, o amor, o irmão, acreditamos que há sinceridade, há lealdade, há sintonia, uma vez que está colocado em uma posição onde  conhece todas as nossas fraquezas. Mas  por não conhecermos o interior, e enquanto só avistamos o exterior, melhor atentar para as tantas imperfeições humanas, reconhecendo que por muitas vezes também falhamos, é nessa hora  que faz-se necessário a cautela, sempre.  
E assim, nada esperar do outro, aprender a confiar e descansar em Deus. Deus é fiel até o fim.
E o que vier, já não será mais  decepção, e se só alegria vier, que se faça a comemoração, já que o que é bom, o que é novo, vale a pena comemorar!

sábado, 16 de junho de 2012

Se eu te der meu coração


Hoje você iluminou meu dia,
trouxe riso e devolveu a poesia.
Irradiou, brilhou... fez-se dia claro após noite fria.

Eu senti uma vontade de tocar teu coração,
num leve toque,
mas deixar nele a marca dos sonhos meus.

E desejei um pouco mais do teu sorriso,
ser a tua alegria,
e ser para ti a felicidade que contagia.

Bacana que a alegria veio de forma tão simples,
uma surpresa boa pela manhã, um leve encontro,
deixou um gostinho de quero mais.

Eu ainda quero ler, o que está escrito em teu olhar.
E, se você deixar,
acrescentar umas reticências pra nós dois.

E assim, se eu te der meu coração,
E você não deixar em um canto perdido esquecido.
Sei que fará verão neste coração invernado.

Nesse momento penso em ti.
vejo-me a sorrir na espera de um depois.
 Se houver? Que haja!
  

terça-feira, 5 de junho de 2012

Basta




Basta teu olhar uma vez mais,
para nele eu viajar...
Ser o motivo do riso teu,
para  em ti me alegrar.
Basta um leve toque de suas mãos,
para  despertar os meus sentidos.
Até então adormecidos.
Basta de ti um só abraço, 
para me aquecer neste inverno.
E assim, colorir o meu dia,
que hoje é todo cinza.
Basta você desejar ao mínimo, ser um verso meu.
Eu te leria todos os dias, até te decorar.
Te faria poesia no aqui e no agora,
para te convencer a ficar até o depois
 e sempre te amar.
                                               

sexta-feira, 1 de junho de 2012

A Sociedade Ideal


"A sociedade ideal, é aquela que todos trabalham de acordo  com suas habilidades e ganham de acordo com suas necessidades."


Todo aquele que escolhe cuidadosamente sua profissão, intimamente busca a perfeição. Visa enfim, ser o melhor naquilo que se propõe a fazer. Seja ele um profissional que passou por várias escolas ou o trabalhador que começou cedo e sentiu que poderia ser bom, mesmo sem ser culto.
E quando mais fazemos um trabalho, mais hábil nos tornamos. Não poderíamos inverter posições colocando
um médico no campo, nem como colocar um camponês no hospital a medicar. Cada um é útil de acordo com  a sua habilidade.
Nossa sociedade infelizmente,não valoriza o trabalhador, quando este, tem apenas a escola da vida e não os diplomas na parede.
Não vê o trabalho dedicado, habilidoso daquele que põe suas mãos pra que a máquina da evolução funcione. E, assim, desestimula profissionais e gera miséria, descontentamento e injustiças.
Se nossos governantes observassem com a atenção necessária, a importância de cada trabalhador, remunerando-os de acordo com sua dedicação e habilidade. Teriam a possibilidade de criar uma sociedade ideal. Cada trabalhador desfrutando de sua vida familiar, levando  conforto, condições de tratar a saúde e lazer. A cada dia, a sua volta ao trabalho, seria também uma grande satisfação.
A máquina da evolução sendo compensada com peças, todas elas importante. Numa engrenagem perfeita de uma sociedade ideal, otimizando assim os resultados.