quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Êta vida!


Êta vida esquisita!
Que passa e a gente fica,
amassando a massa
ou fazendo fita.

Êta vida danada!
Que foge num toque de mágica,
e deixa um suspiro na raça
até que a saudade agita.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Carta de amor



Vou levar
A lua para te encontrar
E quem sabe, o poema que eu guardei pra te dar
Diga-me que lá vai estar
Eu corro pra não me atrasar
Abra teus braços quando eu chegar
No abraço mais forte pra eu não escapar
Não se esqueça de por nossa música a tocar
De nosso cantinho preparar
Do jeito que possa nos alegrar
Ah! Eu sei que posso me acostumar
E querer para sempre ficar
Sem nunca mais me distanciar.


sábado, 6 de fevereiro de 2010

CorAção




(Agir com o CorAção
)

Com o coração
ouvir,
ver,
sorrir!
Com o coração
querer,
compreender
se abrir!
Com o coração
amar,
cantar,
agir!
Com o coração
aceitar,
justificar,
corrigir!
Com o coração
doar,
viver,
colorir!


quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Nostalgia - Soneto



Lentamente as lembranças vão chegando
Momentos distante repetindo novamente
Boas recordações devagar voltando...
...sinto reviver tudo, mas só em mente.

Vou sentido algo aqui dentro
As lembranças se tornando constante
Recordando, esperando que o momento
Leva a saudade e traz você no mesmo instante.

Ouço o pulsar no peito,
é esse grande sentimento
soa triste o cantar do pensamento.

Porém exulto-me ao lembrar que um dia...
...era eu, você, e muita poesia.
O primeiro amor, a primeira alegria!

Recordando


La vai meus pensamentos...
...longe, num passado colorido!
Onde os planos e os sentimentos...
...eram vivos e muito mais bonitos!

Emoções vão despertando
...esquecendo a noção do mundo.
Deixa o momento, recordando...
tudo, tudo que foi bom e profundo.

Quando volta é só saudade.
E ainda deixa forte dor no peito.
Percebe a dura realidade,
Ao ver que acabou e não tem jeito.




Saudade



Saudade daquele dia
Saudade daquele olhar
Saudade de tudo que via
que vontade de te encontrar.

Que vontade de te ver
Que vontade de te amar
E no mundo me perder
Como o brilho do teu olhar.

Vagar contigo sorrido...
Deixando para trás a saudade
E ter sempre você
Num mundo de felicidade!!!


Deixa eu me aproximar?



Você parece uma rocha.
Uma peça de museu.
Porque tanto te guardar?
Pra que tanto te reservar?
Deixa eu me aproximar?

Queria ser o ponto...
...onde você fixa este olhar.
Ser talvez o motivo...
...que costuma te alegrar.
Ou quem sabe ser a meta...
...a qual deseja alcançar, conquistar!
Deixa eu me aproximar?

Deixa eu chegar pertinho de você.
Falar ao teu ouvido...
sentir teu cheiro,
teu calor,
te tocar...
E se não for pedir muito...
...te amar?
Deixa eu me aproximar?