sábado, 29 de dezembro de 2012

Chuvas de verão...

Que a vontade de falar contigo agora,
seja tão passageira, quanto às nuvens desta chuva de verão que por ora cai.
Que a felicidade nunca seja para ti passageira.
E que toda recordação,
 seja sempre doce nostalgia de um passado feliz!


domingo, 16 de dezembro de 2012

Férias


As vezes mesmo descansando é preciso carregar pedras.
Que eu saiba aproveitá-la pra construir uma casinha,
que o Lobo mau não assopre!
Beijos no coração.
fui... até quando ainda não sei.
ehehehe

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

2012 Foram-se os brincos, ficam-se os anéis...



Eis que mais um ano chega ao seu fim, e nem todos os sonhos se realizaram, e pensar que, faltam hoje l7 dias para finalizar o ano,  até hoje tivemos 352 dias para tirar todos aqueles planos da gaveta, e, correr atrás de realizá-los. Como jóias dada por Deus, para transformá-los em jóias de grande valor. Se acaso a nem todos demos a atenção necessária, de que vale lamentar, de que adianta agora correr atrás do prejuízo.
Temos ainda um Natal aí, onde tantas coisas boas nos representa, festas que a cada coração desperta um desejo louco de confraternização, união, e logo estaremos maravilhados com os fogos anunciando 2013. vamos sim, todos correr para aquele abraço apertado, e aquele desejo de profetizar a cada um de nossos queridos, à nossa Pátria, ao nosso mundo, o desejo de felicidades e realizações;
Já não há mais tempo, de que adianta desesperar, um novo ano vem aí, já que foram-se os brincos, ficam-se os anéis, então, vamos olhar dentro de nós mesmos, e encontrar Deus, anelarmos com Ele um compromisso sincero, genuíno, singular, firmar assim o nosso amor a Jesus e partilharmos com todos à nossa felicidade de viver este amor. Ele nos capacitará a isso. “Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.” Rom. 11:36

Os 365 dias que virão, estão nas mãos de Deus, poderá ser jóia rara para todos nós, Ele tem o controle do tempo, só Ele pode nos levantar e nos alimentar para às batalhas.
Pense nisso.
BOAS FESTAS

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz“. Isaías 9:6



domingo, 9 de dezembro de 2012

Incógnita


As vezes eu me pergunto:
Quem sou eu?
Nessa hora me vejo palhaça
mesmo em nada vendo graça.

Quando sou verso
Eu me disperso.
E penso ser só amor!

Mas tenho momentos de fúria.
Neste momento sou o inverso;
E até posso causar dor.

Gostaria de ser só risos,
Mas sou choro
E até ojerizo.

Nos saltos
 ou nas tamancas.
Descalças eu sou mais eu.

Mas se eu nem sei quem sou?
Talvez sou ventania que passou.
Ou brisa que já secou.

Ou não secou?
Incógnita?

Desatino


Como se fosse fácil,
decifrar esse desejo incontrolável.
O pensamento que a toda hora voa,
me atordoa
e pousa em você.
E se fecho os olhos,
te vejo;
Se adormeço,
num sonho travesso,
tenho você!
E quando acordo,
desfaleço,
sem você.
E...
num acaso do destino,
um toque,
um desatino,
tenho você!
Te ouço como num culto,
em todo tempo venero teu vulto.
Nada mais oculto.
E o pensamento voa feliz.
E fica tudo tão lindo!
O corpo todo sorrindo!
Tudo que sempre quis!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Um sorriso pra iluminar o meu dia!


Hoje eu quero o brilho de um sorriso para iluminar meu dia.
Quero a estrela que há no olhar de quem sorri.
Quero os raios cintilantes que emanam e levar por onde eu for essa alegria.
E ao anoitecer, adormecer com a alegria de quem recebeu um grande sorriso.

O sorriso é a alma que canta, o coração que pulsa alegria.
O sorriso é cúmplice da satisfação.
É presente pra quem recebe, e nada custa a quem o dá.
É o que suaviza o olhar indiferente.

O sorriso é estrela que  brilha no olhar.
No inverno aconchego.
É o sol de primavera,
Os sonhos de verão.

Vou sair em busca de um sorriso,
Se acaso me encontrares,
Saibas, é só o que espero de ti.
Um sorriso pra iluminar o meu dia.

domingo, 2 de dezembro de 2012

DEZEMBRO


Dezembro,
mês das correrias,
mês das férias.
Mês de aconchego,
mês de esperanças.
Dezembro,
nostalgias, lembranças,
alegrias das crianças.

Cada um com seus planos,
e uma vontade que invade.
Abraçar, presentear,
pegar estrada.
Dezembro,
mês que fecha um ciclo.
Para dar espaço a um novo ciclo.

Aos amigos,
que passeiam e passearam por aqui,
aqui no meu blog deixando sua presença marcada,
eu desejo um dezembro...
amoroso,
caloroso,
preguiçoso 
e com um coração cheio de esperanças,
de sonhos,
de coragem,
para adentrar ao novo ano, 
rumo às realizações.

Que o Bom Deus,
renasça em nossos corações em espírito e em verdade.
Que venha derramar  chuvas de bençãos
neste NATAL.
E que em 2013
a alegria seja uma referência no rosto de cada um de nós!